Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Société Générale atribui potencial de subida de 11% à REN

O Société Générale iniciou a cobertura das acções da Redes Energéticas Nacionais (REN), com uma avaliação de 3,37 euros. Dado o potencial de subida de 11%, o banco de investimento francês recomenda aos investidores "comprar" acções da empresa liderada por Rui Cartaxo.

Paulo Moutinho 13 de Janeiro de 2010 às 12:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O Société Générale iniciou a cobertura das acções da Redes Energéticas Nacionais (REN), com uma avaliação de 3,37 euros. Dado o potencial de subida de 11%, o banco de investimento francês recomenda aos investidores “comprar” acções da empresa liderada por Rui Cartaxo.

Este preço-alvo, 11,1% acima dos 3,032 euros a que a REN está a negociar no mercado, resulta da avaliação através do método dos “cash flows” descontados já que “considera a geração futura de fluxos de caixa”. Com base numa avaliação através do método da soma-das-partes, o “target” seria de 2,50 euros.

Neste “research” a que o Negócios teve acesso, o Société Générale acrescenta que 2009 terá sido “um bom ano para a REN”. Estima “um crescimento de 11% no EBITDA e de 9% para os lucros”.

“Vemos catalisadores futuros para as acções da empresa em resultado da nova regulação para o gás que entra em vigo a 1 de Julho de 2010”, sublinha a equipa de “research” liderada por John Honore que “espera que esta regulação para o gás introduza incentivos para novos investimentos próximos aos da electricidade”.



Ver comentários
Outras Notícias