Empresas Sócrates remete responsabilidade da barragem do Sabor para a EDP de Mexia

Sócrates remete responsabilidade da barragem do Sabor para a EDP de Mexia

Defesa do ex-primeiro-ministro assegura que o governo não interveio "a qualquer título" na adjudicação da obra à Odebrecht e ao Grupo Lena. Documentos da empreiteira brasileira sugerem que, ainda no ano passado, foram pagos quase 750 mil euros de alegados subornos a Portugal por conta da barragem.
Sócrates remete responsabilidade da barragem do Sabor para a EDP de Mexia

Os advogados de defesa de José Sócrates garantem que o então primeiro-ministro não interveio na decisão de adjudicação e construção de barragem do Baixo Sabor. Essa decisão "foi da estrita competência da EDP, sem que nelas o governo de então interviesse a qualquer título", referem em comunicado enviado às redacções, referindo-se à eléctrica então e agora dirigida por António Mexia.

A reacção surge depois de o jornal O Globo ter revelado documentos da Odebrecht, empreiteira brasileira que operava com a Bento Pedroso e que ganhou o concurso da barragem em parceria com o Grupo Lena, que sugerem que, ainda no ano passado, foram pagos quase 750 mil euros de alegados subornos a Portugal por conta da barragem.

Segundo o jornal, Portugal é parceiro do Brasil nas investigações do processo Lava Jato e as investigações da hidroeléctrica do Baixo Sabor estão relacionadas com actuação do ex-primeiro ministro José Sócrates, indiciado por corrupção, fraude fiscal e branqueamento e que já esteve preventivamente preso, esperando agora a acusação. 


"As transferências referidas na noticia em questão, reportam-se ao período de Março e Abril de 2015, quando, como é sabido, o Sr. Eng. José Sócrates se encontrava em prisão preventiva em Évora", prosseguem os advogados de José Sócrates, segundo os quais "a ligação do seu nome a este caso não tem fundamento, só pode ser explicada por razões caluniosas" sendo "mais um abuso".

Em Setembro de 2007 foi lançado o concurso público internacional para a Empreitada Geral de Construção do Aproveitamento Hidroeléctrico do Baixo Sabor que viria a culminar com a sua adjudicação em 30 Junho de 2008. Nesse dia, José Sócrates assinou em Bragança o contrato de adjudicação.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI