Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Solverde fecha casinos de Espinho, Chaves e os três do Algarve

O grupo Solverde, que explora cinco dos 12 casinos existentes em Portugal, requereu ao Governo autorização para encerrar todas as suas salas de jogo a partir deste sábado, 14 de março, por um período previsto de 14 dias.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 13 de Março de 2020 às 20:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Após o Governo ter mandado encerrar escolas, discotecas, bares e similares, sem que tenha anunciado uma só medida de contenção do coronavírus direcionada aos casinos, o grupo Solverde anunciou ao início da noite desta sexta-feira, 13 de março, que "requereu autorização ao Estado português para encerrar todos os seus casinos físicos".

 

Em causa estão os casinos de Espinho, Chaves, Vilamoura, Praia da Rocha e Monte Gordo, que fazem do grupo Solverde o segundo maior concessionário do país em receitas, atrás do grupo Estoril-Sol, que explora os de Lisboa, Estoril e Póvoa.

 

Com a decisão de encerramento das suas salas de jogo, a Solverde considera que está a "cooperar, deste modo, no esforço coletivo realizado pelo Governo, autoridades e população portuguesa em geral contra a pandemia do novo coronavírus/Covid-19", explica o grupo liderado por Manuel Violas.

 

"Esta decisão torna-se efetiva a partir de 14 de Março, por um período previsto de 14 dias", e foi "tomada livre e conscientemente", tendo "em vista proteger" os seus "colaboradores e clientes sem que tenha havido" nestes casinos "qualquer suspeita", garante.

 

O casino de Espinho, o maior do grupo Solverde, registou receitas de 48,9 milhões de euros no ano passado, o que representou um decréscimo de 2,3% face ao ano anterior, tendo o maior dos seus três casinos algarvios, o de Vilamoura, recuado 1%, para 19,3 milhões de euros.

 

Já os três mais pequenos dos cinco casinos do grupo Solverde obtiveram um crescimento mais magro: o de Chaves viu as suas receitas chegarem perto dos 8,1 milhões de euros (mais 1,2%), enquanto os de Monte Gordo e Praia da Rocha atingiram os 10,1 milhões e os 5,9 milhões de euros, o que traduzem aumentos de 0,9% e 0,08%, respetivamente.


(Notícia atualizada às 20:12)

Ver comentários
Saber mais solverde casinos
Mais lidas
Outras Notícias