Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae implode torres da Torralta a 8 de Setembro

O grupo Sonae já tem data marcada para implodir com as antigas torres do complexo da Torralta na Península de Tróia. A demolição está agendada para 8 de Setembro e marca o arranque formal do investimento do grupo no Tróia Resort, explicou hoje Belmiro de

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 27 de Junho de 2005 às 20:57
  • Partilhar artigo
  • ...

O grupo Sonae já tem data marcada para implodir com as antigas torres do complexo da Torralta na Península de Tróia. A demolição está agendada para 8 de Setembro e marca o arranque formal do investimento do grupo no Tróia Resort, explicou hoje Belmiro de Azevedo.

Em declarações durante a cerimónia de assinatura dos contratos para o relançamento do investimento turístico em Tróia, o presidente do grupo Sonae salientou este como "um momento importante, na medida um projecto que está parado há muito tempo pode avançar finalmente". O primeiro acordo entre o grupo privado e o Estado português para a cedência dos créditos da Torralta foi assinado em 1997, recordou, depois de um convite anterior, realizado pelo antigo ministro da economia, Daniel Bessa, recordou.

Belmiro de Azevedo afirmou que o grupo que lidera "chegou atrasado ao sector do turismo", mas que pretende na próxima década compensar o tempo perdido, tendo Tróia como motor de arranque.

O Tróia Resort receberá 300 milhões de euros de investimento, mas a Sonae quer parcerias para a concretização do projecto, nomeadamente para a área hoteleira.

A "holding" nortenha detém já um aliado, o grupo Amorim, a quem cedeu a concessão da exploração da zona de jogo de Tróia, área onde Belmiro admitiu que a companhia que lidera "não é especialista". Ao contrário do grupo Amorim, que detém a zona de jogo da Figueira e 32% do capital da Estoril-Sol (que possui as área do Estoril e da Póvoa de Varzim), Tróia era a única concessão até agora atribuída à Sonae.

Outras Notícias