Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonaecom cai 2% após veto do Estado na venda da Vivo

A Sonaecom inverteu a tendência. Está a perder 2%, depois do Estado ter utilizado a "golden share" para vetar o negócio da venda da Vivo à Telefónica por parte da Portugal Telecom. Durante a sessão chegou a subir mais de 4%, animada pelas perspectivas de consolidação em Portugal.

Paulo Moutinho 30 de Junho de 2010 às 13:17
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
A Sonaecom inverteu a tendência. Está a perder 2%, depois do Estado ter utilizado a “golden share” para vetar o negócio da venda da Vivo à Telefónica por parte da Portugal Telecom. Durante a sessão chegou a subir mais de 4%, animada pelas perspectivas de consolidação em Portugal.

Os títulos da dona da Optimus estão a perder 2% para 1,371 euros, tendo chegado a desvalorizar um máximo de 2,07%, em reacção ao desfecho do negócio entre a PT e a Telefónica. Os accionistas aprovaram a venda, por 7,15 mil milhões de euros, mas o Estado usou a “golden share” e vetou a transacção.

Durante a parte inicial da sessão, e depois da revisão da oferta pela operadora espanhola, as acções da Sonaecom chegaram a apresentar uma valorização de 4,57%. Estiveram a cotar nos 1,463 euros, num movimento seguido também pela Zon, que chegou a subir mais de 3%. A dona da TV Cabo segue sobe agora 1,3%.

A suportar a forte subida destas duas cotadas esteve a perspectiva de que, com a venda da Vivo, a PT poderia vir a utilizar o encaixe para fazer aquisições no mercado doméstico. Essa era uma das hipóteses avançadas pelos vários analistas que acompanhou os títulos do sector das telecomunicações em Portugal.

Ver comentários
Outras Notícias