Desporto Sporting baixa lucros e reduz passivo em 40 milhões

Sporting baixa lucros e reduz passivo em 40 milhões

A redução do encaixe com a venda de jogadores penalizou os lucros do Sporting, que no espaço de seis meses baixou o passivo em mais de 40 milhões de euros.
Sporting baixa lucros e reduz passivo em 40 milhões
Nuno Carregueiro 28 de fevereiro de 2018 às 19:35

A SAD do Sporting fechou o primeiro semestre fiscal com um resultado líquido de 10 milhões de euros, uma queda substancial face aos 46,5 milhões de euros do período homólogo, quando as receitas com a venda de passes de jogadores foi superior.

 

Em comunicado, a SAD liderada por Bruno de Carvalho diz que os rendimentos operacionais aumentaram 9,2% para 53,6 milhões de euros, beneficiando com a "participação na fase de grupos da UEFA Champions League".

 

Incluindo as receitas obtidas com as vendas de passes de jogadores, o volume de negócios baixou para 81,6 milhões de euros. "Apesar do decréscimo, de realçar que o volume de negócios dos 6 meses agora findos é superior ao total dos 12 meses de várias épocas anteriores", refere a SAD do Sporting.

 

No primeiro semestre deste ano, o Sporting alienou o passe de Adrien Silva, mas no mesmo período do ano passado tinha transferido dois jogadores mais valiosos: João Mário e Slimani.

Assim, enquanto este ano obteve um resultado positivo de 14,13 milhões de euros nas transacções com jogadores, no primeiro semestre da época passada tinha atingido 53,6 milhões de euros.

 

É esta diferença que justifica a queda de 78% no primeiro semestre fiscal. Sem ter em conta o impacto da transacção de jogadores, os resultados operacionais foram negativos em 873 mil euros, menos que os 1,37 milhões registados no mesmo período do ano passado.

 

Esta melhoria deve-se ao facto de os rendimentos operacionais terem crescido a uma taxa mais forte (+9,2%) do que os custos operacionais (+8%). Na rubrica dos gastos operacionais ganha destaque os custos com pessoal, que aumentaram 19,3%.

 

Sporting abate dívida

 

No comunicado com a apresentação de resultados, a SAD do Sporting destaca a descida de 40,4 milhões de euros no passivo, que se deve "essencialmente ao reembolso de dívida bancária no montante de 16.729 milhares de euros, redução de provisões no montante de 9.590 milhares de euros e de fornecedores em 12.893 milhares de euros".

 

A SAD do Sporting chegou a Dezembro com um passivo de 270,4 milhões de euros, inferior aos 286,9 milhões de euros do activo. Desta forma o capital próprio aumentou para 16,4 milhões de euros, contra 5,6 milhões de euros em Junho.




pub