Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Standard & Poor’s reitera «rating» para a Parpública

A Parpública, que se prepara para alienar a participação que o Estado detém na Portucel, que é de 25,72%, recebeu da Standard & Poor’s uma notação para a dívida a longo prazo de «AA-».

Negócios negocios@negocios.pt 23 de Junho de 2006 às 15:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Parpública, que se prepara para alienar a participação que o Estado detém na Portucel, que é de 25,72%, recebeu da Standard & Poor’s uma notação para a dívida a longo prazo de «AA-».

O Conselho de Ministros aprovou ontem os termos gerais para a privatização da Portucel e estabeleceu três modalidades.

Segundo frisou Carlos Costa Pina, o secretário de Estado do Tesouro e Finanças, a única garantia em relação ao modelo de venda é a de que será obrigatória a realização de uma OPV (oferta pública de venda) em bolsa, porque um dos objectivos desta operação é aumentar o «free-float», inferior a 10%, e a liquidez do título Portucel no mercado de capitais.

As outras modalidades de privatização também aprovadas passam pela venda directa a instituições financeiras para posterior dispersão de acções e pela emissão de obrigações por parte da Parpública susceptíveis de permuta ou reembolso com acções da Portucel.

Esta última opção foi a mesma que o Estado utilizou para vender cerca de 4% da Energias de Portugal (EDP) em 2005.

A Standard & Poor’s manteve o «rating» de «AA-» para a dívida a longo prazo da Parpública, considerando que o «outlook» da dívida da empresa é «estável».

Ver comentários
Outras Notícias