Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Start-up de táxis voadores capta 87 milhões e gestor da Daimler

A quantia obtida com a ronda de investimento vai servir para acelerar o processo de licenciar os táxis voadores e drones.

Volocopter da Mercedes
Reuters
Negócios com Bloomberg 21 de Fevereiro de 2020 às 10:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Volocopter, uma start-up que se dedica ao desenvolvimento de táxis voadores e que tem o apoio da Intel, conseguiu novos reforços: vai contar com um ex-responsável da Daimler como conselheiro e acaba de angariar 87 milhões de euros.

A Mitsui Sumitomo Insurance Group, MS&AD Ventures e a TransLink Capital juntaram-se ao operador de transportes alemão Deutsche Bahn para investir 87 milhões de euros na Volocopter, informou a empresa esta sexta-feira, 21 de fevereiro.

Além do montante, a Volocopter vai poder contar com a ajuda de Dieter Zetsche, antigo gestor da Daimler, e de Yifan Li, da tecnológica chinesa Geely Holding Group, que se tornam ambos conselheiros da empresa, adicionando credibilidade ao projeto.

A start-up já era apoiada pela Daimler e, até ao momento, já conseguiu angariar um total de 122 milhões de euros. A quantia obtida com a ronda de investimento mais recente vai ser para acelerar o processo de licenciar os táxis voadores e os drones da empresa. O que sobrar poderá servir para arrancar com uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês).

A Volocopter diz que pretende lançar os primeiros voos comerciais num horizonte de dois a quatro anos.

Ver comentários
Saber mais Start-up Intel Daimler Volocopter economia negócios e finanças Informação sobre empresas
Mais lidas
Outras Notícias