Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Subprime: Barclays vai pagar 1.600 milhões de euros em acordos judiciais nos EUA

O Barclays concordou em pagar dois mil milhões de dólares (cerca de 1.617 milhões de euros) num acordo judicial nos EUA no âmbito de uma investigação a títulos endossados a hipotecas residenciais (RMBS) decorrente da crise do subprime.

Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 29 de Março de 2018 às 15:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A investigação incidia sobre 36 negócios de RMBS que envolviam créditos no valor de 31 mil milhões de dólares, mais de metade dos quais entraram em incumprimento, indicou esta quinta-feira o Departamento de Justiça dos EUA.

Adicionalmente, dois ex-executivos do banco britânico -  Paul Menefee e John Carroll – chegaram a um acordo para pagar dois milhões de dólares para arquivar queixas de que eram alvo.

«De uma forma geral, os devedores cujos empréstimos estavam associados a estes negócios tinham uma capacidade de crédito muito inferior ao que era indicado pelo Barclays", refere o comunicado das autoridades norte-americanas.

O CEO do Barclays, Jes Staley, mostrou-se satisfeito com o acordo, considerando-o "justo e proporcional". Staley acrescentou que o banco continua a prever pagar um dividendo de 6,5 pence (7,4 cêntimos de euro) em 2018.

Ver comentários
Saber mais subprime barclays eua acordos
Mais lidas
Outras Notícias