Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Supervisão da EDP considera "excelente" a administração de Mexia

Avaliação feita à actividade global da equipa de gestão da EDP é "excelente", na perspectiva do Conselho Geral e de Supervisão da eléctrica, órgão onde estão representados os maiores accionistas da EDP.

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 15 de Março de 2011 às 12:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 21
  • ...
António Mexia com nota positiva dos maiores accionistas.
O Conselho Geral e de Supervisão da EDP, órgão onde estão representados os accionistas de referência da empresa, considerou "excelente" a actividade desenvolvida pela administração liderada por António Mexia durante o ano 2010.

O parecer deste organismo de fiscalização da gestão é um dos pontos que integram a assembleia geral de accionistas a realizar a 14 de Abril, que votará, como em outros anos, um voto de confiança à gestão presidida por Mexia.

Em 2010 o CEO da EDP auferiu cerca de um milhão de euros, 19% abaixo dos 1,3 milhões de remuneração no exercício 2009 (nesse ano António Mexia ganhou um total de 3,1 milhões de euros mas essa verba incluía os prémios de três anos de mandato).

O Conselho Geral e de Supervisão deu uma nota "muito positiva" às áreas de estratégia, financiamento, controlo de custos, investimento, gestão de risco e gestão de recursos humanos.
No âmbito da avaliação feita pelo órgão presidido por António de Almeida está ainda uma "nota de excelência" para a sustentabilidade e ambiente, cultura organizacional e comunicação e imagem. As áreas de preparação de informação financeira, controlo da gestão e práticas de governo societário mereceram "uma nota muito positiva".

No seu parecer, o Conselho Geral e de Supervisão da EDP atribuiu ainda uma "nota de excelência" à "reputação do conselho de administração executivo e da EDP nos mercados relevantes", bem como à "efectividade da política de comunicação" da gestão e ao "relacionamento com investidores".

Na supervisão da EDP estão presentes gestores ligados a vários dos accionistas de referência da EDP, de que são exemplo a José de Mello (que era representada por Vasco de Mello, que renunciou ao cargo em Dezembro), o BCP (Carlos Santos Ferreira), a CGD (Fernando Faria de Oliveira), Banco Espírito Santo (José Maria Ricciardi) e Sonatrach (Farid Boukhalfa).

Ver comentários
Saber mais EDP Mexia supervisão remuneração accionistas
Mais lidas
Outras Notícias