Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Talone diz entrada da EDP Brasil em Bolsa pode ocorrer antes do Verão

Todas as propostas da Assembleia Geral de EDP foram hoje aprovadas disse o presidente da empresa. João Talone adiantou que a EDP está à espera de ser chamada pelo Governo com vista à definição da reestruturação do gás e que o IPO da EDP Brasil pode ocorre

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 31 de Março de 2005 às 16:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Todas as propostas da Assembleia Geral de EDP foram hoje aprovadas disse o presidente da empresa. João Talone adiantou que a EDP está à espera de ser chamada pelo Governo com vista à definição da reestruturação do gás e que o IPO da EDP Brasil pode ocorrer ainda antes do Verão, «se as condições de mercado» o permitirem.

Quanto ao plano de reestruturação do mercado de gás, João Talone afirmou que «estamos à espera que nos chamem», apesar de acrescentar que a EDP não vai esperar pela conclusão da análise do Governo, cuja conclusão deverá estar pronta no final deste ano, uma vez que «nós (EDP) já entrámos no mercado» de gás.

O responsável da EDP reiterou a ideia expressa no dia 1 de Março, altura em que apresentou os resultados de 2004, de que a empresa «não faz política económica, quer seja em Portugal, em Espanha ou no Brasil».

O responsável da eléctrica nacional disse ainda que quando o mercado de gás estiver liberalizado, «podemos actuar em todo o país».

Quanto à participação que a EDP detém na Tejo Energia, João Talone afirmou que «continuo a admitir vender os 10%», acrescentando que tem havido «conversas» sobre esta alienação, apesar de não adiantar mais pormenores.

EDP avalia viabilidade de concorrer à construção de barragens no Brasil

O IPO da EDP Brasil será «antes ou depois do Verão, dependendo do mercado», segundo João Talone. «Temos de fazer Assembleias-gerais com todas as empresas» para avaliar e aprovar e «se tudo correr bem e as condições de mercado» o permitirem deve ocorrer «antes do Verão», se não será depois.

A eléctrica já tinha adiantado que queria colocar a sua participada brasileira na bolsa de São Paulo até ao final deste ano.

A EDP Brasil vai avaliar em conjunto com a Electrobràs a «viabilidade» dos concursos públicos para a construção de quatro barragens no Brasil, que vão decorrer no segundo semestre deste ano.

«Vão abrir concursos para concessão nos rios» no Brasil, um deles será em Tocatins, e «estamos a estudar a viabilidade» da operação e «se for interessante», a EDP, em conjunto com a Electrobrás, concorrerá.

Quanto a valores de investimento, João Talone disse ainda não estarem disponíveis, uma vez que ainda têm de estudar toda a operação.

No final de Fevereiro, o presidente executivo da EDP Brasil, Martins da Costa, disse ao Jornal de Negócios que a empresa vai investir 290 milhões de euros no mínimo no mercado brasileiro.

Accionistas aprovam com unanimidade propostas da EDP

Os accionistas da EDP aprovaram os pontos discutidos em AG com «unanimidade» afirmou João Talone, acrescentando que houve «muitas perguntas». A AG iniciou às 10h00 e terminou depois das 14h00.

A AG apreciou os documentos de prestação de contas do exercício de 2004 e a proposta de aplicação de resultados do exercício de 2004, aprovando ambas as propostas.

Os accionistas deram autorização ao Conselho de Administração para aquisição e alienação de acções próprias e de obrigações próprias pela EDP e sociedades participadas.

Durante a AG os accionistas apreciaram a administração e fiscalização da sociedade, nos termos do disposto no artigo 455º do Código das Sociedades Comerciais.

As acções da EDP [edp] caiam 0,46% para 2,17 euros.

Mais lidas
Outras Notícias