Empresas Tanure diz que “decisão da CMVM é para cumprir”
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Tanure diz que “decisão da CMVM é para cumprir”

O regulador do mercado suspendeu os direitos de voto de três acionistas da Pharol com alegadas ligações ao empresário brasileiro Nelson Tanure. Uma decisão que não impede o BCP de vender a participação que executou a uma destas entidades.
Tanure diz que “decisão  da CMVM é para cumprir”
DR
Sara Ribeiro 30 de agosto de 2019 às 07:30

Cinco meses depois de ter aberto uma investigação à titularidade de três acionistas da Pharol, a CMVM decidiu suspender os direitos de voto e de propriedade dessas entidades.

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI