Transportes TAP precisa de 300 milhões de euros para comprar aviões

TAP precisa de 300 milhões de euros para comprar aviões

O secretário de Estado dos Transportes diz que não foi sentido o efeito da greve de quatro dias na companhia aérea. Sérgio Monteiro confirma ainda que o impacto da paralisação foi de 6,5 milhões de euros para a TAP.
TAP precisa de 300 milhões de euros para comprar aviões
Miguel Baltazar/Negócios
Maria João Babo 30 de dezembro de 2014 às 19:36

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, disse esta terça-feira que a TAP necessita de "um valor superior a 300 milhões de euros, num horizonte temporal médio, para a compra de aviões".

 

O governante fez um balanço positivo dos quatro dias de greve na transportadora aérea nacional, garantindo não ter sido sentido qualquer efeito.

 

Segundo adiantou, foram transportadas entre 27 e 30 de Dezembro 112.700 pessoas, sendo que nestes quatro dias, frisou, houve mais passageiros nos aeroportos nacionais no que no mesmo período de 2013. Sérgio Monteiro confirmou ainda que a paralisação resultou numa perda de 6,5 milhões de euros para a TAP.

 

O secretário de Estado adiantou que esta terça-feira os nove sindicatos que assinaram o memorando de entendimento com o Governo estiveram no Ministério da Economia para começar a definir calendários e matérias a ser discutidas em cada momento.

 

"Estamos do mesmo lado. Queremos que a TAP seja mais forte e que não seja um problema de sustentabilidade como é hoje", afirmou o secretário de Estado.

 

"O que queremos é que a TAP cresça e se crescer não há razões para despedir, mas sim razões para contratar", acrescentou.

 

A intenção do secretário de Estado é apresentar o caderno de encargos para a privatização da TAP para discussão em Conselho de Ministros a 15 de Janeiro.  




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI