Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

TAP prolonga medidas excecionais até 31 de julho

A companhia aérea decidiu prorrogar até 31 de julho a aplicação das medidas excecionais e temporárias de suspensão da prestação de trabalho e de redução do período normal de trabalho.

Miguel Baltazar
Negócios jng@negocios.pt 25 de Junho de 2020 às 21:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A TAP – Transportes Aéreos Portugueses anunciou, em comunicado à CMVM, que o seu conselho de administração "entendeu prorrogar a aplicação das medidas de suspensão temporária da prestação de trabalho e de redução do período normal de trabalho por um período suplementar de 30 dias, até 31 de julho de 2020".

 

No passado dia 22 de maio, o "board" da companhia tinha decidido prolongar até 30 de junho a aplicação dessas mesmas medidas, e agora volta a prorrogá-las devido às restrições em países onde a TAP opera, bem como devido à continuada fraqueza da procura.

 

"Considerando a evolução das restrições à mobilidade das pessoas, a cada momento definidas pelas autoridades governamentais dos países onde a TAP opera, bem como dos sinais de procura, a operação da TAP para o mês de julho permanece reduzida, pelo que se verifica que as condições que motivaram a adesão e a subsequente prorrogação das medidas excecionais e temporárias não se alteraram significativamente", sublinha o comunicado da transportadora.

 

Estas medidas específicas "somam-se às já anunciadas iniciativas de controlo e de redução de custos, incluindo a suspensão ou adiamento de investimentos não críticos, renegociação de contratos e prazos de pagamento, corte de despesas acessórias, suspensão de contratações de novos trabalhadores e de progressões e a implementação de programas de licenças sem vencimento temporárias, as quais continuam a ser implementadas", remata.

Ver comentários
Saber mais CMVM TAP transportes
Mais lidas
Outras Notícias