Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Telefónica considera separar unidade brasileira da europeia

A maior operadora espanhola está a considerar dividir o negócio em duas unidades geográficas – uma dedicada à Europa e outra à América Latina – de forma a isolar as operações das adversidades económicas na Europa.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 26 de Outubro de 2012 às 14:00
O jornal norte-americano “The Wall Street Journal” avançou que a Telefónica, a incumbente do mercado de telecomunicações em Espanha, está a considerar dividir-se em duas divisões - uma para a América Latina e outra para a Europa. Uma notícia confirmada pelo "Expansión" junto do director financeiro (CFO, na sigla inglesa), Ángel Vilá.

O objectivo é oroteger o negócio de uma das operadoras mais endividadas da Europa da crescente incerteza associada ao mercado espanhol.

A incerteza no mercado europeu e, em particular, em Espanha, reflectem-se nos custos de financiamento da Telefónica, que é uma das operadoras mais endividadas da Europa. Em Setembro, César Alierta (na foto) pagou uma taxa de juro ao emitir obrigações que correspondeu a cinco vezes a taxa paga pela France Telecom.

A operação fez parte do esforço de refinanciamento da dívida, ao mesmo tempo que reduz, ou reestrutura, a dívida existente. Está também a levar a cabo operações financeiras com vista a abater o valor da dívida, como a dispersão de capital da operadora O2, em curso na Alemanha.

Para a América Latina também está prevista a possibilidade de levar a cabo ofertas públicas de subscrição de acções. Contudo, qualquer que seja a opção da operadora, as operações já não serão levadas a cabo este ano, Ángel Vila num vídeo disponível no site do “The Wall Street Journal” que acompanha a notícia de potencial divisão da Telefónica em duas unidades.
Ver comentários
Saber mais Telefónica Europa Brasil América Latina
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio