Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Telesp Celular aumenta prejuízos no primeiro trimeste

A Telesp Celular Participações, principal activo da Vivo – participada da Portugal Telecom e da Telefónica no Brasil – aumentou os prejuízos no primeiro trimestre deste ano para um valor acima das estimativas dos analistas. A subida dos prejuízos é justif

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 29 de Abril de 2005 às 09:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Telesp Celular Participações, principal activo da Vivo – participada da Portugal Telecom e da Telefónica no Brasil – aumentou os prejuízos no primeiro trimestre deste ano para um valor acima das estimativas dos analistas. Os prejuízos registados são justificados pela empresa com a subida da dívida e com custos mais elevados.

A empresa de telecomunicações móveis registou prejuízos de 97,9 milhões de reais (29,69 milhões de euros), o que compara com os 35,3 milhões de reais (10,71 milhões de euros) registados em período homólogo.

Os analistas consultados previam resultados entre 92 milhões de reais (27,90 milhões de euros) negativos e 77 milhões de reais positivos (23,35 milhões de euros).

A Telesp Celular justifica esta evolução com o aumento de 4,96 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros) para 5,22 mil milhões de reais (1,58 mil milhões de euros) de pagamentos de dívida e com um acréscimo de custos provenientes da subida de subscritores.

As receitas da Telesp caíram 2% para 1,684 mil milhões de reais (510 milhões de euros), no trimestre em análise, contra os 1,718 mil milhões (520 milhões de euros) registados no mesmo período do ano passado. O EBITDA registou uma queda de 3,4% para 675 milhões de reais (204,73 milhões de euros), face aos 698 milhões de reais (211,71 milhões de euros) anteriores.

O número de subscritores cresceu para 17,949 milhões, um acréscimo de 1,8% quando comparado com os 17,631 milhões registados no final do último trimestre e mais 25,6% do que em Março de 2004.

A Portugal Telecom (PT) [ptc] seguia inalterada nos 8,55 euros e a Telefónica subia 0,23% para os 13,05 euros.

Outras Notícias