Automóvel Tesla afunda com perdas trimestrais

Tesla afunda com perdas trimestrais

A fabricante de veículos elétricos fundada e liderada por Elon Musk anunciou perdas superiores ao esperado no seu segundo trimestre fiscal. Resultado: afunda quase 10% em bolsa.
Tesla afunda com perdas trimestrais
Carla Pedro 24 de julho de 2019 às 23:15

Os prejuízos da Tesla foram superiores ao previsto no segundo trimestre. Apesar de ter reduzido as perdas face aos primeiros três meses do ano, a fabricante norte-americana de veículos elétricos continua a revelar dificuldades.

 

A fabricante de veículos como o Model 3 reportou uma perda ajustada de 1,12 dólares por ação nos três meses terminados em junho, quando a projeção média dos analistas inquiridos pela Bloomberg apontava para um prejuízo de 30 cêntimos de dólar por ação.

 

A Tesla fabricou e vendeu mais carros entre abril e junho do que em qualquer outro trimestre da sua história. Ainda assim, teve um resultado líquido negativo de 408 milhões de dólares, o que significa que já conta, no acumulado do ano, com mais de mil milhões de dólares de perdas (atendendo a que no primeiro trimestre registou perdas de 702 milhões de dólares.

 

Ou seja, o Model 3 não está a ter sucesso suficiente para retirar de vez a empresa dos números vermelhos, sublinha a The Verge.

 

Recorde-se que a empresa liderada por Elon Musk surpreendeu muitos analistas e investidores, este mês, ao anunciar que tinha vendido um recorde de 95.200 carros no segundo trimestre – um aumento de quase 50% face ao primeiro trimestre.

 

As receitas ascenderam a 6,3 mil milhões de dólares, contra 4,5 mil milhões no período de janeiro a março.

 

A empresa disse, na apresentação de contas, que terminou o trimestre com cinco mil milhões de dólares em ‘cash’, o mais alto nível da sua história, em grande medida devido ao aumento de capital de 2,7 mil milhões de dólares em maio.

 

Mas nem assim deixou os investidores otimistas, que se questionam sobre quando é que regressará aos lucros.

 

A Tesla segue a recuar 9,58% para 239,30 dólares, já depois da negociação regular em Nova Iorque (que encerrou em alta, com um ganho de 1,81% para 264,88 dólares).




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI