Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tesla aumenta prejuízos em 84%

A fabricante de veículos eléctricos registou um resultado líquido negativo de 282 milhões de dólares, uma queda face ao trimestre anterior, mas um aumento de 84% face aos primeiros três meses de 2015.

Bloomberg
Rita Faria afaria@negocios.pt 05 de Maio de 2016 às 10:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Tesla fechou os primeiros três meses deste ano com prejuízos de 282 milhões de dólares (cerca de 245 milhões de euros), uma queda de 13,5% face ao resultado líquido negativo de 320 milhões de dólares registado no trimestre anterior.

 

Em comparação com o período homólogo do ano passado – em que a fabricante de carros eléctricos reportou um resultado negativo de 154 milhões de dólares - os prejuízos aumentaram 84%.

 

Ainda assim, os resultados do período entre Janeiro e Março – prejuízos de 57 cêntimos por acção – foram mais positivos do que era esperado pelos analistas, que apontavam para perdas de 60 cêntimos por acção.

 

As receitas da fabricante norte-americana aumentaram para 1,6 mil milhões de dólares, um valor em linha com as projecções dos especialistas consultados pela Bloomberg.  

 

Nos primeiros três meses do ano, a empresa vendeu 14.810 veículos, incluindo cerca de 2.400 do Modelo Xs. No segundo trimestre espera fabricar 20.000 veículos e vender 17.000.

 

No entanto, a Tesla tem planos para acelerar acentuadamente a produção. Segundo Elon Musk, CEO da empresa, o objectivo é produzir 500 mil carros em 2018, uma meta originalmente planeada para 2020. No final da década, a produção anual poderá atingir um milhão de veículos.  

 

 

 

 

Ver comentários
Saber mais Elon Musk economia negócios e finanças Tesla Motors resultados prejuízos carros veículos
Outras Notícias