Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Toyota vai contratar 15 mil trabalhadores nos próximos cinco anos

A Toyota Motor, a maior fabricante de automóveis por valor de mercado, planeia contratar cerca de 15 mil novos trabalhadores no Japão durante os próximos cinco anos, para suportar a expansão da empresa no mercado interno e externo.

Paulo Moutinho 12 de Setembro de 2006 às 11:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Toyota Motor, a maior fabricante de automóveis por valor de mercado, planeia contratar cerca de 15 mil novos trabalhadores no Japão durante os próximos cinco anos, para suportar a expansão da empresa no mercado interno e externo.

A fabricante pretende contratar 3.066 funcionários no país natal durante o próximo ano fiscal, e aumentar a força laboral praticamente ao mesmo ritmo durante os próximos anos, segundo Satoshi Shirano, director de recursos humanos da Toyota, citado pela agência Bloomberg.

A Toyota, que detém mais de 40% de quota de mercado no Japão, está a gastar a quantia recorde de 10,40 mil milhões de euros neste ano fiscal na construção de novas unidades de produção e no desenvolvimento de novos modelos.

Dos planos da fabricante nipónica faz parte a expansão da produção de automóveis para os EUA e também para o Canadá, à medida que os seus principais concorrentes a nível mundial – a Ford e a GM – encerram várias das suas unidades de produção para reduzir custos.

A Toyota planeia vender mais de 10 milhões de automóveis no ano 2010, um valor que compara com as 8,45 milhões de unidades comercializadas este ano.

 

Ford e GM despedem 60 mil

Ao mesmo tempo que a Toyota se prepara para contratar mais 15 mil trabalhadores, as suas rivais norte-americanas Ford e General Motors (que no final do ano encerra a produção na Azambuja) vão despedir mais de 60 mil funcionários.

A Ford vai eliminar 30 mil postos de trabalho até 2008 nos EUA, segundo fonte próxima da fabricante contactada pela agência Bloomberg.

A General Motors também vai reduzir o número de trabalhadores em 30 mil, num plano de reestruturação que terá início em 2007 e que será concluído dois anos mais tarde, ou seja, em 2009.

Ver comentários
Outras Notícias