Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tribunal extingue providência cautelar da Holderbank sobre Cimpor (act)

A Cimpor anunciou hoje que o Tribunal do Comércio de Lisboa julgou como extinta a providência cautelar intentada pela Holderbank Portugal, que visava suspender a nomeação da administração da cimenteira.

Negócios negocios@negocios.pt 13 de Novembro de 2001 às 17:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Em comunicado a Cimpor adianta que «fomos notificados pelo Tribunal de Comércio de Lisboa da sentença proferida na providência cautelar intentada pela Holderbank Portugal, tendo sido julgada extinta a instância por inutilidade superveniente da lide».

Um jurista, contactado pelo Negocios.pt, perante o comunicado da Cimpor, explicou que «surgiu um facto que levou a que a referida providência cautelar deixasse de fazer sentido».

A Holderbank, contactada pelo Negocios.pt, remeteu para um comunicado a emitir ainda hoje, a sua posição sobre esta matéria.

A providência cautelar da Holderbank Portugal visava suspender a deliberação da última Assembleia Geral de accionistas da Cimpor, onde foi nomeada uma nova administração para a empresa.

A Holcim, que controla a Holderbank Portugal, detém 10% da Cimpor.

Para além da providência cautelar a Holderbank também requereu em Tribunal a impugnação da última AG de accionistas da Cimpor.

A Cimpor fechou nos 19,59 euros (3.927 escudos) a subir 0,46%.

Por Bárbara Leite e Nuno Carregueiro

Outras Notícias