Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Turismo: Estrangeiros dão empurrão nas dormidas e proveitos

Os dados do INE relativos à actividade turística mostram que as dormidas nos estabelecimentos hoteleiros cresceram no mês de Maio, bem como, os proveitos. A evolução foi impulsionada pelo mercado externo.

Bruno Simão
Negócios 15 de Julho de 2016 às 11:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Houve mais hóspedes, mais dormidas e mais proveitos em Maio para os estabelecimentos hoteleiros nacionais. De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), os estabelecimentos hoteleiros registaram 1,8 milhões de hóspedes nesse período, o que representa um crescimento de 5,1% em termos homólogos.

Os estabelecimentos hoteleiros registaram cinco milhões de dormidas, o que representa um aumento, face a Maio de 2015, de 7,8%. No acumulado de Janeiro a Maio, os hóspedes aumentaram 10,4% e as dormidas 11,3%.

O gabinete de estatística indica que para o crescimento das dormidas "apenas contribuíram os não residentes". As ocupações na hotelaria por parte de estrangeiros registaram um aumento de 10,7% em termos homólogos. Tendência oposta verificou-se com os portugueses. A ocupação por parte do mercado interno registou, face ao mesmo período do ano passado, uma diminuição de 1,1%.


Ainda sobre a ocupação por parte de estrangeiros, os dados do INE indicam que os 13 "principais mercados emissores concentraram 87,3% das dormidas de não residentes", o que representa um crescimento de 86,4% face a Maio do ano passado. "O Reino Unido (25,8% das dormidas de não residentes) registou um crescimento significativo de 12,9%, contudo inferior ao de Abril (+15,9%) e ao período acumulado de 2016 (+16,2%)".


As dormidas oriundas do mercado alemão recuperaram em Maio, crescendo 13,0% face à subida de 1,1% em Abril e "aproximaram-se dos resultados de Março (+12,9%)". "As dormidas do mercado francês aumentaram 14,4% e representaram 12,5% do total". E os "Países Baixos e Espanha detiveram quotas semelhantes (6,9% e 6,8%, respectivamente) e apresentaram evoluções positivas (+11,4% e +14,9%)".


A estada média registou igualmente um crescimento. Os ocupantes dos estabelecimentos hoteleiros nacionais, em média, ficaram 2,73 noites, o que representa um crescimento de 2,6%.

Os proveitos totais crescimento 14,9% e os de aposento aumentaram 15,8%.

Ver comentários
Saber mais Instituto Nacional de Estatística INE Reino Unido Países Baixos actividade turística turismo
Outras Notícias