Banca & Finanças Ulrich diz a supervisora europeia que o que importa na banca é "gente séria"

Ulrich diz a supervisora europeia que o que importa na banca é "gente séria"

Pode haver regras. Pode haver modelos. Mas sem pessoas sérias, tudo pode correr mal. Esta foi a mensagem de Fernando Ulrich a Danièle Nouy, líder do Mecanismo Único de Supervisão. 
Ulrich diz a supervisora europeia que o que importa na banca é "gente séria"
Bruno Simão/Negócios
Diogo Cavaleiro 17 de maio de 2016 às 17:36

Perante a líder da supervisão da banca da Zona Euro, Fernando Ulrich fez questão de deixar uma ideia. "Gente séria". É disso que a banca necessita.

 

"É muito importante termos todas as regras, todos os modelos de governo. É tudo importantíssimo e somos super obedientes", começou por dizer Fernando Ulrich na conferência organizada pela Associação Portuguesa de Bancos e pela TVI.

 

Mas essa defesa, argumenta Ulrich, não chega no caso da banca. "O mais importante de tudo é o comportamento das pessoas. As pessoas são absolutamente fundamentais", indica.

 

O elogio à importância da ética na gestão bancária foi feito com Danièle Nouy no salão nobre do hotel Ritz, em Lisboa. Nouy é a líder do Mecanismo Único de Supervisão, que junta o Banco Central Europeu e as autoridades nacionais.

 

Esta não foi a única mensagem recebida por Nouy pela voz de Fernando Ulrich. O líder do BPI também tinha aproveitado a conferência para se queixar da arbitrariedade na aplicação de regras de redução da exposição de Portugal a Angola.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI