Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vakil foi ao Banco de Portugal falar sobre irregularidades no Insular

Abdool Vakil disse hoje que, na véspera de sair do BPN, foi ao Banco de Portugal falar sobre irregularidades no banco Insular. O responsável garante que esteve sempre disponível para prestar esclarecimentos mas que Miguel Cadilhe nunca lhe pediu informações quando assumiu a liderança do banco.

Maria João Gago mjgago@negocios.pt 16 de Janeiro de 2009 às 19:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Abdool Vakil disse hoje que, na véspera de sair do BPN, foi ao Banco de Portugal falar sobre irregularidades no banco Insular. O responsável garante que esteve sempre disponível para prestar esclarecimentos mas que Miguel Cadilhe nunca lhe pediu informações quando assumiu a liderança do banco.

Na véspera de sair do BPN, Vakil foi ao BdP para falar sobre as irregularidades do banco Insular, segundo disse hoje aos deputados da comissão parlamentar de inquérito.

O ex-presidente do BPN garantiu que esteve “sempre à disposição para tudo”, depois de ter passado a pasta a Miguel Cadilhe mas que este nunca lhe pediu ajuda.

“Além de ter ouvido a minha intervenção na AG de 20 de Junho, Cadilhe pediu cópia da minha intervenção, depois disso apenas me pediu conselho sobre a contratação da Morgan Stanley.
Estive sempre à disposição para tudo”, disse Vakil.

O responsável garantiu que nos conselhos de administração do BPN “a que assisti, e que reuniam semanalmente, havia actas”, respondendo à pergunta da deputado do Partido Socialista, Helena Terra que quis saber se havia actas quando a administração era liderada por Oliveira Costa e Vakil fazia parte do conselho.
Ver comentários
Outras Notícias