Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Veículo do BPP faz queixa-crime contra equipa de Adão da Fonseca

A Liminorke, sociedade instrumental criada pelo Banco Privado Português (BPP) para investir no sector energético, apresentou uma queixa-crime contra a equipa de gestão da instituição, liderada por Fernando Adão da Fonseca, por alegado abuso de poder.

Veículo do BPP faz queixa-crime contra equipa de Adão da Fonseca
Maria João Gago mjgago@negocios.pt 02 de Setembro de 2009 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...
A Liminorke, sociedade instrumental criada pelo Banco Privado Português (BPP) para investir no sector energético, apresentou uma queixa-crime contra a equipa de gestão da instituição, liderada por Fernando Adão da Fonseca, por alegado abuso de poder.

O veículo sustenta que o BPP decidiu contra os interesses da Liminorke apesar de ter um mandato para gerir os seus activos em defesa dos interesses da própria sociedade. Isto porque recusou reembolsar um depósito de quase 54 milhões de euros que esta entidade tem no banco, ainda antes de o Banco de Portugal ter determinado o congelamento das contas do BPP, em Abril.

O Negócios sabe que a queixa-crime foi entregue no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) no passado mês de Julho. No entanto, até ontem, a administração do BPP ainda não tinha sido notificada de qualquer processo.

"O conselho de administração desconhece completamente tal situação. Mas considera muito estranho, não se percebendo qual o objectivo que possa estar em vista", adiantou fonte oficial do banco ao Negócios. Isto porque para a equipa de Adão da Fonseca "sempre foi ponto de honra cumprir escrupulosamente a lei e tratar os clientes de igual forma, não privilegiando uns em detrimento de outros".
Ver comentários
Outras Notícias