Tecnologias Vendas de smartphones batem recorde em 2015

Vendas de smartphones batem recorde em 2015

Em 2015 foram vendidos 1,3 mil milhões de smartphones a nível global, um valor recorde e que traduz um aumento de 6,4% face a 2014, segundo a GfK. Já as receitas encolheram, com o preço médio de venda a diminuir 0,2%.
Vendas de smartphones batem recorde em 2015
Bloomberg
Sara Ribeiro 09 de março de 2016 às 13:13

Nunca se venderam tantos smartphones como em 2015. De acordo com os dados da GfK, divulgados esta quarta-feira, no ano passado foram vendidas 1,3 mil milhões de unidades, um número recorde e que representa um aumento de 6,4% em comparação com o ano anterior. Já as receitas não seguiram a mesma tendência, com o preço de venda médio anual a diminuir 0,2% face a 2014.

Kevin Walsh, director de tendências e previsões da GfK, explica que, "apesar de o quarto trimestre ter tido um forte desempenho em 2015, com valores recorde, no geral, há resultados diferentes entre os vários países. Factores locais, em vez de tendências regionais e sectoriais, influenciam cada vez mais o desenvolvimento dos mercados".

Os países emergentes continuam a ser o motor de crescimento no mercado mundial de smartphones, com um aumento de 21% das unidades vendidas face ao mesmo período de 2014.

A Índia continua a ser um dos principais impulsionadores, tendo as vendas de smartphones aumentado 34% no ano passado. A gama de preços baixos continua a dominar o mercado indiano, havendo "ainda espaço na procura de smartphones, através dos consumidores que o fazem pela primeira vez", detalha o estudo da GfK.

Na China houve um aumento de 12% nas vendas no quarto trimestre, no seguimento de uma série de quatro trimestres com evolução negativa. No entanto, tendo em conta o ano completo, as vendas caíram em dois pontos percentuais.

De acordo com a análise da GfK, o aumento da procura por smartphones no mercado chinês foi transversal a todos os segmentos de preços, "com uma mudança mais assinalável nos dispositivos de gama alta", detalha. Este segmento aumentou a quota de mercado para 18%, em comparação com os 15% registados no trimestre anterior.

Para 2016, na China, a GfK prevê um retorno moderado no crescimento, de 3%, devido ao aumento esperado nos subsídios às operadoras.

Já na Europa Ocidental, o crescimento unitário de smartphones foi de 5%, no quarto trimestre de 2015, impulsionado pelo aumento de 61% na gama ultrabaixa.

"A região registou um acelerado crescimento global nos seus três maiores mercados: França, Alemanha e Grã-Bretanha. Já Portugal revelou ser um país em crescimento, estando alinhado com os restantes países", explica a Gfk.

Na Europa Central, o crescimento situou-se nos 4%, ajudado, sobretudo, pelo forte crescimento da Polónia (36%). Devido a questões políticas e económicas, a procura em relação ao ano anterior na Rússia e na Ucrânia decresceu 7% e 14%, respectivamente.

De acordo com as previsões da GfK, as vendas de smartphones devem continuar a registar uma tendência ascendente, estimando que cresçam 7% este ano.

"Espera-se que 2016 seja mais um ano de crescimento global, uma vez que é cada vez mais importante para as empresas compreender as tendências individuais de cada país e respectivos segmentos de mercado", concluiu Kevin Walsh.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI