Energia Vestas cria mais de 100  postos de trabalho qualificado em Matosinhos

Vestas cria mais de 100  postos de trabalho qualificado em Matosinhos

A multinacional Vestas, que se dedica ao fabrico, instalação e manutenção de aerogeradores, instalou-se no Centro Empresarial da Lionesa, em Matosinhos, tendo criado já 120 postos de trabalho e esperando duplicar este número até ao final de 2018.
Vestas cria mais de 100  postos de trabalho qualificado em Matosinhos
Bloomberg
Lusa 16 de fevereiro de 2018 às 18:30

Durante uma visita do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, às instalações, o vice-presidente da empresa, Jorge Magalhães, que é responsável pelo centro de engenharia em Portugal e na Índia, avançou que, apesar da criação de centenas de empregos, continuam a recrutar pessoas nas áreas da mecânica, eléctrica, electrotécnica e software, daí preverem aumentar "substancialmente" o número de postos de trabalho nos próximos anos.

 

Num investimento de dez milhões de euros em Portugal, o dirigente explicou que não será cá feita nenhuma produção, mas sim o desenho dos serviços e dos produtos para o mercado global.

 

Dizendo estar "muito satisfeito" com a qualidade dos trabalhadores, Jorge Magalhães frisou que a Vestas vai trabalhar com universidades e instituições na elaboração de projectos.

 

Actualmente, a multinacional está presente em 77 países e conta com mais de 23.000 trabalhadores.

 

"Feliz" com a instalação da Vestas no centro empresarial, o administrador da Lionesa, Pedro Pinto, entendeu que mais centenas de pessoas de "altíssima qualidade" se instalam na região Norte, o que é "muito positivo" para o país.

 

"A zona do Grande Porto oferece recursos humanos com elevada competência em engenharia eléctrica, mecânica e informática, áreas que muitas das empresas multinacionais procuram", salientou.

 

A proximidade a importantes universidades, a institutos de pesquisa e a qualidade de vida são alguns dos factores essenciais para esta "feliz escolha" feita pela Vestas de Portugal como país, do Porto como região e da Lionesa como casa, acrescentou.

 

O centro empresarial da Lionesa -- o maior em Portugal - tem actualmente 127 empresas instaladas e, no âmbito do projecto Lionesa 2025, está a duplicar a sua área bruta locável para 105 mil metros quadrados.




pub