Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vestas descobre fraude de 12 milhões de euros na filial espanhola (act.)

A dinamarquesa Vestas, um dos maiores fornecedores mundiais de aerogeradores eólicos e um dos maior fornecedores da EDP, detectou uma fraude nas contas internas da sua filial espanhola, para já no valor de 90 milhões de coroas dinamarquesa, cerca de 12 milhões de euros.

Tânia Ferreira tf@negocios.pt 16 de Janeiro de 2009 às 12:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A dinamarquesa Vestas, um dos maiores fornecedores mundiais de aerogeradores eólicos e um dos maior fornecedores da EDP, detectou uma fraude nas contas internas da sua filial espanhola, para já no valor de 90 milhões de coroas dinamarquesa, cerca de 12 milhões de euros.

Segundo um comunicado da companhia, a fraude foi cometida por actuais e antigos quadros da filial.

A Vestas já notificou as autoridades espanholas sobre as irregularidades, com o objectivo que sejam investigadas e sejam tomadas as devidas medidas.

Os advogados e auditores externos de Vestas que trabalham no caso calculam que a fraude ascenda a 12 milhões de euros, ainda que os valores poderão ser maiores.

A fraude foi descoberta no final de 2008 por responsáveis da filial espanhola, Vestas Eólica, tendo sido feita por actuais e antigos quadros, através de facturas falsas de serviços que nunca foram prestados e foram pagos a companhias total ou parcialmente controladas por presumíveis infractores.

Em paralelo, os suspeitos estabeleceram negócios próprios para investir em turbinas, peças de substituição e serviços de Vestas com o objectivo de branquear o dinheiro que obtinham ilicitamente.

Segundo Vestas Eólica, citada pela agência EFE, os presumíveis infractores obtinham preços reduzidos e outro tipo de compensações, ao mesmo tempo que os seus negócios cobravam à companhia preços finais inferiores aos do mercado, o que lhes permitia obter benefícios financeiros.

A companhia dinamarquesa, que emprega cerca de 1.300 pessoas em Espanha, acrescenta que a fraude foi já contabilizada, pelo que, no futuro, as suas contas não serão afectadas negativamente.

O presidente executivo da Vestas, Ditlev Engel, lamentou que a fraude tenha sido cometida por empregados de confiança, ao mesmo tempo que valorizou o esforço realizado pela filial espanhola para descobri-lo e confiou que o caso seja resolvido pelas autoridades espanholas.

A Vestas instalou mais de 33.500 aerogeradores em 63 países, por todo o mundo.

Ver comentários
Outras Notícias