Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Viacom apresenta prejuízos trimestrais e anuncia “spin off” da Blockbuster

A Viacom, terceira maior empresa de media dos Estados Unidos, anunciou hoje que vai realizar o “spin-off” dos 81% que detém na Blockbuster, empresa de aluguer de filmes, o que implicará uma provisão de 1,3 mil milhões de dólares (1,02 mil milhões de euros

Ruben Bicho rbicho@mediafin.pt 10 de Fevereiro de 2004 às 16:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Viacom, terceira maior empresa de media dos Estados Unidos, anunciou hoje que vai realizar o "spin-off" dos 81% que detém na Blockbuster, empresa de aluguer de filmes, o que implicará uma provisão de 1,3 mil milhões de dólares (1,02 mil milhões de euros). Esta operação levou a Viacom a registar prejuízos de 385,4 milhões de dólares (303,33 milhões de euros) no quarto trimestre.

A Viacom obteve prejuízos de 22 cêntimos de dólar por acção no quarto trimestre, contra o lucro de 37 cêntimos de dólar por acção conseguidos no período homólogo do ano anterior, disse a empresa em comunicado.

As vendas subiram 11% para os 7,52 mil milhões de dólares (5,92 mil milhões de euros), impulsionadas pelo aumento das compras de DVD e de um crescimento dos lucros na divisão de cabo da Viacom, que inclui os canais MTV e VH1.

A decisão de fazer o "spin off" – separar a empresa da casa-mãe – da Blockbuster prende-se com a intenção da Viacom de se centrar no sector do entretenimento, onde ocupa o terceiro lugar atrás da Time-Warner e da Walt Disney Co.

"A Blockbuster está a afastar-se das nossas áreas principais de negócio, e estará muito melhor a actuar independentemente" afirmou o director executivo da Viacom, Sumner Redstone, em conferência aos investidores, citado pela Bloomberg.

Sem a provisão relacionada com a separação da Blockbuster, a Viacom afirmou que os lucros no quarto trimestre seriam de 630 milhões de dólares (495,85 milhões de euros), ou 36 cêntimos de dólar por acção. Esse valor estaria de acordo com as previsões dos analistas contactados pela Thomson. Já as vendas registadas superaram os 7,1 mil milhões de dólares (5,59 mil milhões de euros) previstos pelos analistas.

As acções da Viacom seguiam a ganhar 1,48% para os 40,57 dólares (31,93 euros)

Ver comentários
Outras Notícias