Indústria Vista Alegre Atlantis reforça contrato com Ikea

Vista Alegre Atlantis reforça contrato com Ikea

O contrato inicial ia até 31 de Dezembro de 2021. Agora foi estendido até 2026. E com mais negócios.
Vista Alegre Atlantis reforça contrato com Ikea
Miguel Baltazar/Negócios
Alexandra Machado 14 de março de 2018 às 22:40

O contrato que o grupo de retalho sueco Ikea tem com a Vista Alegre Atlantis (VAA) foi reforçado. O acordo, que inicialmente estava previsto decorrer até 31 de Dezembro de 2021, estendeu-se por mais cinco anos.

Em comunicado à CMVM, a Vista Alegre Atlantis explica que está, para isso, a aumentar a capacidade de produção da Ria Stone, empresa que tem como cliente principal o Ikea e  que "estendeu o contrato com garantia de compra da produção até 2026".


Com isto, o contrato com a empresa sueca, que inicialmente tinha um volume de negócios associado de 120 milhões de euros, duplica esse valor, para os 250 milhões de euros, em nove anos, disse ao Negócios fonte oficial da VAA.

A Ria Stone vai, por causa da extensão de contrato, aumentar a capacidade em mais de 60%, com previsão de atingir uma produção anual de mais 48 milhões de peças de louça de mesa em grés decoradas digitalmente e fabricadas por monocozedura, um investimento que deverá estar concluído em Outubro de 2018.


A Vista Alegre Atlantis anunciou resultados de 2017, segundo ano consecutivo de lucros. No ano passado mais do que duplicaram, atingindo 4,258 milhões. O volume de negócios cresceu 13% para 84,5 milhões, sendo 64% gerado no exterior. 



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
Saber mais e Alertas
pub