Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Volkswagen planeia redução extra de custos de dois mil milhões; corta 5.000 empregos

A Volkswagen planeia uma redução extra de custos de dois mil milhões de euros nos próximos dois anos, para conter a estagnação da procura e a valorização do euro face ao dólar, o que inclui a redução de 5.000 postos de trabalho, anunciou hoje a empresa.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 09 de Março de 2004 às 10:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Volkswagen planeia uma redução extra de custos de dois mil milhões de euros nos próximos dois anos, para conter a estagnação da procura e a valorização do euro face ao dólar, o que inclui a redução de 5.000 postos de trabalho, anunciou hoje a empresa.

A empresa alemã necessita reduzir as despesas, considerando a administração da mesma, citada pela Bloomberg, que repetir os lucros operacionais do ano passado será «ambicioso».

Os resultados líquidos da Volkswagen caíram 57% em 2003 para os 1,12 mil milhões de euros.

A detentora do «Golf» – seu mais importante modelo mas que não correspondeu às expectativas de vendas – espera este ano ultrapassar os lucros operacionais de 2,5 mil milhões de euros, antes de despesas extraordinárias, obtidos em 2003, com a redução de custos planeada.

«É evidente que os lucros operacionais para o primeiro trimestre de 2004 vão ser fracos, mesmo comparando com o ano passado», disse hoje Pischetsrieder, em conferência de imprensa em Wolfsburg.

As vendas nos primeiros dois meses do ano caíram 6% para os 689 mil veículos. A fabricante de carros tenciona reduzir o pessoal em 3,5% na Alemanha, através de reforma antecipada, o que equivale a 5.000 postos de trabalho, dos quais apenas 20% deverá ser novamente ocupado.

As acções da Volkswagen desciam 3,55% para os 88 euros.

Outras Notícias