Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Volume de negócios nos serviços acentua queda no início de 2014

O índice de volume de negócios nos serviços registou uma variação homóloga negativa mais profunda em Janeiro. No primeiro mês de 2014, este indicador caiu 1,8% quando, em Dezembro de 2013, a quebra tinha sido de 1,2%.

Miguel Baltazar/Negócios
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 11 de Março de 2014 às 11:35
  • Partilhar artigo
  • ...

O índice de volume de negócios nos serviços registou uma queda mais acentuada em Janeiro face a Dezembro. No primeiro mês de 2014, este indicador resvalou 1,8% em termos homólogos, um valor que contrasta com a queda de 1,2% registada em Dezembro de 2013, de acordo com os dados divulgados esta terça-feira, dia 11 de Março, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

“Esta evolução resultou, sobretudo, do comportamento do índice da secção de Comércio por grosso, manutenção e reparação de veículos automóveis e motociclos, que registou, em Janeiro, uma diminuição homóloga de -2,1% (redução de -0,4% em Dezembro)”, esclarece o comunicado do gabinete de estatística. “Quando comparado com o mês anterior, o índice de

volume de negócios nos serviços foi -0,7% (aumento de 0,2% em Dezembro de 2013)”, acrescenta.

 

Já no que diz respeito ao índice de emprego nos serviços, em Janeiro, verificou uma variação homóloga negativa de 1,7%, um valor que fica abaixo do registado em Dezembro - mês em que este indicador registou um comportamento negativo de 2,4%. Quanto às “remunerações efectivamente pagas diminuiram, em termos homólogos, 1,1% (variação de -3,7%

em Dezembro de 2013)”.

 

“O índice de volume de trabalho, medido pelo número de horas trabalhadas, apresentou uma diminuição homóloga de 1,8% em Janeiro (redução de 0,5% no mês anterior)”, refere ainda o comunicado do INE.

 

(Notícia corrigida às 18h10. No penúltimo parágrafo podia ler-se que "Dezembro - mês em que este indicador registou um comportamento negativo de 1,7%" e deve ler-se "Dezembro - mês em que este indicador registou um comportamento negativo de 2,4%").

Ver comentários
Saber mais Instituto Nacional de Estatística INE Volume de negócios nos serviços
Outras Notícias