Aviação Voo mais longo do mundo aterrou em Nova Iorque depois de 18 horas sem escala  

Voo mais longo do mundo aterrou em Nova Iorque depois de 18 horas sem escala  

Até agora, o voo mais longo do mundo era o da companhia aérea australiana Qatar Airways que liga Doha à cidade de Auckland, na Nova Zelândia.
Lusa 12 de outubro de 2018 às 13:39

O voo comercial mais longo do mundo chegou hoje a Nova Iorque, tendo partido quinta-feira de Singapura, depois de quase 18 horas sem escalas, informou o site do aeroporto de Newark, nos Estados-Unidos.

 

O voo SQ22, da Singapore Airlines, chegou hoje às 05:29 locais (08:29 em Lisboa) ao Aeroporto Internacional de Newark, em Nova Iorque, depois de ter descolado às 23:37 de quinta-feira (16:35 em Lisboa) de Singapura, ou seja 17h52 de voo e mais de 16.000 quilómetros percorridos, sem escalas.

 

Este foi o voo inaugural, e o serviço regular começa no dia 18 de outubro, segundo a agência EFE.

 

Segundo a companhia aérea, o Airbus A350-900ULR transportou 161 passageiros, 67 deles na classe "business" e outros 94 em "premium economy", tem mais espaço e um design especial para reduzir o conhecido "jet lag".

 

A companhia asiática acede assim ao primeiro lugar na classificação dos voos mais longos.

 

Até agora, o voo mais longo do mundo era o da companhia aérea australiana Qatar Airways que liga Doha à cidade de Auckland, na Nova Zelândia, um voo de 17 horas e 15 minutos que percorre uma distância de 14.200 quilómetros.

 

Em Setembro, a Airbus entregou à Singapore Airlines o primeiro A350-900 ULR, que consome 25% menos combustível que os seus antecessores.

 




pub