Empresas Wal-Mart vai eliminar sete mil postos de trabalho nos EUA

Wal-Mart vai eliminar sete mil postos de trabalho nos EUA

Nos próximos meses, a maior retalhista do mundo vai eliminar sete mil postos de trabalho administrativos, com o objectivo de centralizar ou automatizar essas funções.
Wal-Mart vai eliminar sete mil postos de trabalho nos EUA
reuters, bloomberg
Rita Faria 01 de setembro de 2016 às 18:06

A Wal-Mart vai eliminar cerca de sete mil postos de trabalho na área administrativa – maioritariamente na contabilidade e facturação – em todo o país nos próximos meses, avança o Wall Street Journal esta quinta-feira, 1 de Setembro.

Segundo a mesma publicação, os executivos da maior retalhista do país dizem que centralizar ou automatizar parte dessas tarefas é mais eficiente.

No início de 2017, grande parte do trabalho dos funcionários que serão dispensados será tratado por um escritório central ou por máquinas colocadas nas lojas. A Wal-Mart tem vindo a testar essas mudanças em cerca de 500 lojas no início deste ano.

A Wal-Mart está a investir milhares de milhões de euros para melhorar as vendas online e para tornar as sua lojas mais eficientes e mais agradáveis para os clientes.

Por outro lado, está a apostar na formação dos seus funcionários, tendo investido cerca de 2,7 mil milhões de dólares em programas de formação e numa série de aumentos salariais que elevaram o rendimento horário mínimo para os trabalhadores das lojas para 10 dólares no início deste ano.

As acções da Wal-Mart sobem 0,77% para 71,99 dólares. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI