Empresas Yahoo fecha ano com prejuízos de 4 mil milhões e reduz 15% dos empregos

Yahoo fecha ano com prejuízos de 4 mil milhões e reduz 15% dos empregos

O plano da tecnológica passa por reduzir um milhão de euros em despesas por dia ao longo deste ano e vender activos não estratégicos. Mas não rejeita a possibilidade de alienar actividades "core" se houver interessados.
Yahoo fecha ano com prejuízos de 4 mil milhões e reduz 15% dos empregos
Bloomberg
Paulo Zacarias Gomes 03 de fevereiro de 2016 às 08:28

A tecnológica norte-americana Yahoo anunciou esta terça-feira o regresso a prejuízos anuais, ao fechar 2015 com resultado negativo de 4.435 milhões de dólares (4.063 milhões de euros, face a lucros de 152 milhões de euros um ano antes), depois de um último trimestre fortemente penalizado pela desvalorização de algumas da suas unidades de negócios.

Depois de no ano passado ter reduzido em 17% a sua força de trabalho – para 10.400 trabalhadores – a empresa liderada por Marissa Meyer anunciou novo corte no número de colaboradores, a rondar os 15%, que coincide com o encerramento de operações em cinco localizações, não identificadas.

Além disso, a companhia disse que vai estudar "alternativas estratégicas" para o seu negócio de internet (e-mail, sites e motor de busca), o que sinaliza uma possível venda destes activos. Um processo que, de acordo com declarações da CEO à Reuters, não deverá ficar concluído antes do actual plano de reestruturação, que passa pelo spin-off dessas mesmas unidades "core" e pela venda de patentes e imobiliário.

A reestruturação – decidida depois de abandonado o cenário de separação da participação de 15% na companhia chinesa de vendas online Alibaba -, passa por reduzir despesas este ano na ordem dos 365 milhões de euros (cerca de um milhão de euros por dia) e ainda por aumentar em 8% as receitas de publicidade com origem em plataformas móveis, vídeo e redes sociais. Já a venda de activos deverá render de 915 a 2.750 milhões de euros.

As receitas ajustadas da tecnológica caíram 15% para 918 milhões de euros. Só a reavaliação da rede social Tumblr teve um impacto negativo de 210,7 milhões de euros nas contas da Yahoo, empresa pela qual pagou mil milhões de euros há dois anos.


Os títulos da companhia fecharam a sessão desta terça-feira a cair 1,72%, para 29,06 dólares, transaccionando em recuo de 1,17% no período pós-negociação, para os 28,72 dólares, às 7:59.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI