Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Yukos pode abrir falência dentro de três semanas

A Yukos, a maior exportadora petrolífera russa, anunciou hoje que pode falir dentro de três semanas, depois de ter anunciado a intenção de venda da maior unidade produtora da empresa e do governo ter congelado as contas, para pagar a dívida fiscal de 3,4

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 22 de Julho de 2004 às 11:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Yukos, a maior exportadora petrolífera russa, anunciou hoje que pode falir dentro de três semanas, depois de ter anunciado a intenção de venda da maior unidade produtora da empresa e do governo ter congelado as contas, para pagar a dívida fiscal de 3,4 mil milhões de dólares (2,77 milhões de euros).

As acções da Yukos caíram 14% depois do presidente executivo, Steven Theede, anunciar que a empresa pode falir a meio de Agosto. O governo russo congelou as contas da companhia petrolífera onde tinham 900 milhões de dólares (733,77 milhões de euros), valor que corresponde a um mês de receitas da Yukos.

«Estamos a tentar entender o que podemos oferecer», disse Theede, citado pela Bloomberg, acrescentando que a Yukos não entende o que o governo quer.

A investigação sobre a Yukos já dura há um ano e os seus maiores accionistas perceberam o risco crescente, levando os investidores a retirarem mil milhões de dólares do país. Os preços do petróleo aumentaram com a preocupação de redução do fornecimento da Rússia, o segundo maior fornecedor de petróleo, a seguir à Arábia Saudita.

O «brent» com entrega em Setembro avançava 0,83%, para 37,47 dólares, impulsionado pela preocupação de corte de fornecimento da Rússia, se a Yukos abrir falência no próximo mês.

Outras Notícias