Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

500 mil com tarifa social? "Foi um número que se sabia que não se iria atingir"

O Governo de Passos Coelho estimava que a tarifa social ia chegar aos 500 mil, mas nunca passou dos 100 mil. O Governo diz que o desconto "muito tardou" em chegar aos portugueses.

André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 09 de Junho de 2016 às 17:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os descontos de 30% na electricidade e no gás natural vão chegar a mais portugueses a partir de Julho. O Governo não quer avançar com uma meta sobre o número de beneficiários do novo regime e aponta que a meta anterior não era realista.

 

"Estar a indicar qualquer número, essa foi uma estratégia utilizada anteriormente, que tinha a ver com tentar encontrar um número que se sabia que não se iria atingir", disse o secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, na apresentação da medida esta quinta-feira, 9 de Junho.

 

Lançada em 2010 pelo Governo de José Sócrates, a tarifa social já conheceu diferentes configurações. Mas a medida sempre ficou aquém do esperado pelos legisladores. Já em 2015, o Governo de Passos Coelho faz uma alteração de monta no regime: o desconto passou de 20% para 34%, foram alargadas as condições de adesão, com o objectivo de que o desconto chegasse a 500 mil famílias. Na altura, o número de beneficiários estava nos 60 mil e subiu para os 100 mil nos meses seguintes.

 

"A lei foi aprovada em 2010 e muito tardou em ser uma lei efectiva, que fosse colocada ao favor dos portugueses", apontou Jorge Seguro Sanches na conferência de imprensa. A tarifa social vai continuar a ser paga pelas empresas produtoras de energia e que não vai onerar os consumidores de electricidade e de gás natural, garantiu.

 

O governante sublinhou que só nos últimos meses, o número de beneficiários tem vindo a crescer fruto da vontade política para que a tarifa social chegue a mais lares. "A própria intenção política da mudança levou a que tivéssemos neste momento praticamente o dobro dos beneficiários ainda antes da aplicação da lei", afirmou, apontando que o número de beneficiários supera os 180 mil.

Ver comentários
Saber mais secretário de Estado da Energia Jorge Seguro Sanches Governo de José Sócrates Governo de Passos Coelho política
Outras Notícias