Energia EDP Renováveis com imposições para ficar com activos da Ventinveste

EDP Renováveis com imposições para ficar com activos da Ventinveste

A Autoridade da Concorrência deu luz verde à compra de cinco parques eólicos da Ventinveste por uma empresa da EDP Renováveis mas com "condições e obrigações". O negócio vale cerca de 17 milhões de euros.
EDP Renováveis com imposições para ficar com activos da Ventinveste
Miguel Baltazar/Negócios
Paulo Zacarias Gomes 05 de fevereiro de 2016 às 11:56

A Autoridade da Concorrência (AdC) aprovou a operação de compra de cinco parques eólicos pela EDP Renewables, do grupo EDP Renováveis (EDP R), à Ventinveste (detida pela Galp e Martifer), um negócio no valor aproximado de 17 milhões de euros.

A decisão de não oposição à concentração de activos foi anunciada esta quinta-feira, 4 de Fevereiro, e divulgada pela AdC, mas com a indicação de que serão aplicados remédios.


De acordo com o comunicado da Concorrência, o Conselho da AdC não se opôs à compra mas impôs "condições e obrigações, destinadas a garantir o cumprimento do conjunto de compromissos assumidos" pela EDP Renewables. O Negócios tentou contactar a Concorrência e a EDP R para saber quais as medidas impostas, mas não foi possível até ao momento.

Em causa estão cinco sociedades titulares de "licenças e direitos de interconexão à rede para capacidade de produção eólica a instalar de 216,4 MW (Megawatt)" por um valor de referência de cerca de 17 milhões de euros. A AdC concretiza que se tratam das sociedades gestoras dos parque eólicos do Cabeço Norte, Pinhal Oeste, Planalto, Serra do Oeste e Torrinheiras.

A EDP R, liderada por Manso Neto, espera que o comissionamento e início de operação dos novos parques eólicos aconteça até 2018.

A notificação da operação foi feita a 13 de Novembro passado, mais de um mês depois de ter sido anunciado o negócio. Em 7 de Outubro, a EDP Renováveis e a Galp (que detém 50% da Ventinveste, numa parceria com a Martifer) deram conta da transacção ao mercado.


Com a venda à EDP R, a Ventinveste passa a focar a sua actividade "num portefólio eólico com 12 MW em produção e uma participação de 50% no projecto Âncora Wind, com 176,1 MW em construção para entrada em produção a partir de 2016", referia o comunicado.

Os títulos da EDP Renováveis seguem a recuar 1,7% para 6,77 euros enquanto os da Galp avançam 1,76% para 10,99 euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI