Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Artur Trindade considera um “sucesso” a integração de renováveis feita em Portugal

Secretário de Estado da Energia defendeu na conferência da “Economist” a preparação do País para absorver grandes volumes de energia limpa, notando que espera que Portugal também venha a ser reconhecido pelo trabalho efectuado no corte de custos do sistema eléctrico.

Bruno Simão/Negócios
Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2014 às 17:51
  • Partilhar artigo
  • 10
  • ...

O secretário de Estado da Energia, Artur Trindade, classifica como “uma história de sucesso” a infra-estrutura que Portugal construiu para absorver a crescente produção de electricidade renovável no país, fazendo ainda um balanço “positivo” das reformas promovidas pelo Governo no sector energético.

 

Lembrando que Portugal já tem um “track record” ao nível das renováveis, Artur Trindade afirmou esta terça-feira, 18 de Fevereiro, na conferência “The Lisbon Summit”, promovida em Cascais pela revista “The Economist”, que “teremos este ano algumas horas em que a produção eólica corresponderá a todo o consumo de electricidade no País”.

 

“Os consumidores não notam se a sua energia é ou não renovável e isso por si mesmo é uma história de sucesso, porque se temia que a aposta nas renováveis viesse a criar problemas técnicos de incapacidade da rede”, declarou o secretário de Estado da Energia.

 

Na mesma conferência participou Marie Donnely, responsável da Comissão Europeia para a área das renováveis, que elogiou o percurso de Portugal, mas alertou que em alguns mercados “a recepção de renováveis na rede não foi preparada previamente”.

 

Segundo Marie Donnely, uma das maiores preocupações da Europa deverá ser assegurar a transição para um mercado comum de serviços energéticos e não apenas para um mercado interno de electricidade. “A questão é saber que serviços se quer e qual o pacote de medidas necessário para o conseguir”, notou a representante da Comissão Europeia.

 

Analisando as reformas promovidas pelo actual Governo no sector energético, Artur Trindade fez um balanço “positivo” e considerou um “bom exemplo” a negociação promovida pelo Executivo com os produtores de energia eólica para alcançar uma contribuição destes no âmbito do pacote de cortes de custos do sistema eléctrico.

 

“Ainda somos conhecidos por ter um grande parque de renováveis, mas penso que ficaremos conhecidos também por termos implementado um pacote de medidas de corte de custos”, notou o secretário de Estado da Energia.

Ver comentários
Saber mais Artur Trindade energia energia renovável
Outras Notícias