Energia CaixaBI não acredita no sucesso das OPA de chineses sobre EDP e Renováveis

CaixaBI não acredita no sucesso das OPA de chineses sobre EDP e Renováveis

Não há mexidas nos preços-alvos e nas recomendações do CaixaBI para a EDP e para a EDP Renováveis. O banco de investimento espera o insucesso das ofertas da China Three Gorges devido ao baixo preço.
CaixaBI não acredita no sucesso das OPA de chineses sobre EDP e Renováveis
Miguel Baltazar/Negócios
Diogo Cavaleiro 14 de maio de 2018 às 09:13

O CaixaBI não acredita em nenhuma das ofertas públicas de aquisição lançadas pela China Three Gorges, que têm a EDP e a EDP Renováveis como visadas.

 

"Na nossa opinião, o preço da oferta [sobre a EDP] é demasiado baixo para que a mesma possa ter sucesso". É este o comentário da analista Helena Barbosa, da casa de investimento que pertence à CGD, na nota de "research" emitida esta segunda-feira, 14 de Maio. 

 

Não há mexidas nem no preço-alvo, que permanece nos 3,15 euros, nem na recomendação, que se mantém em "acumular". 

 

A China Three Gorges, principal accionista com 23,27% do capital, quer ficar com todas as acções da eléctrica. Oferece, para isso, 3,26 euros por cada título, o que corresponde a um prémio de 4% em relação ao fecho de sexta-feira, valor que foi superado no arranque da manhã desta segunda-feira.

 

Em relação à EDP Renováveis, que é controlada pela EDP em 82%, a opinião da casa de investimento da Caixa não é muito diferente. "O preço oferecido pelas acções da EDPR está abaixo do preço de mercado pelo que o sucesso da oferta nos parece muito reduzido", comenta a especialista.

 

Com a possível mudança de controlo da EDP, caso haja sucesso da oferta da China Three Gorges, tornou-se obrigatório o lançamento da OPA sobre a Renováveis. Neste momento, a eléctrica presidida por António Mexia é dona de 83% do capital da subsidiária para as energias verdes, comandada por João Manso Neto. A OPA é, portanto, obrigatória e visa alcançar os 100%. Nesta oferta, o preço oferecido é o mais baixo possível. 

 

A oferta sobre a Renováveis só avança caso seja lançada a oferta sobre a EDP, depois de cumpridas todas as autorizações a que está sujeita. O preço-alvo do CaixaBI para a Renováveis é de 7,10 euros, com recomendação "neutral".

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI