Energia Chevron regista prejuízos pela primeira vez desde 2002

Chevron regista prejuízos pela primeira vez desde 2002

A petrolífera Chevron registou no último trimestre de 2015 um prejuízo de 588 milhões de dólares (538,5 milhões de euros). A empresa norte-americana não registava perdas desde 2002.
A carregar o vídeo ...
André Vinagre 29 de janeiro de 2016 às 18:18

A Chevron, uma das maiores petrolíferas do mundo, apresentou prejuízos pela primeira vez em 14 anos. Registou perdas de 588 milhões de dólares (538,5 milhões de euros) entre Outubro e Dezembro de 2015, anunciou a empresa norte-americana esta sexta-feira, 29 de Janeiro, num comunicado publicado no seu site.

 

No último trimestre de 2014, a empresa tinha registado lucros na ordem dos 3.471 milhões de dólares (3.179 milhões de euros).

 

As receitas da petrolífera também ficaram aquém do esperado no último trimestre de 2015, atingindo apenas 29.247 milhões de dólares (27.024 milhões), contra 46.088 milhões de dólares (42.585 milhões de euros) no mesmo período do ano anterior.

 

Também nos resultados globais de 2015 a empresa registou uma forte queda. As receitas em 2015 foram de 138.477 milhões de dólares (127.952 milhões de euros), enquanto em 2014 a Chevron reportou uma facturação de 211.970 milhões de dólares (195.860 milhões de euros).

 

Já os lucros anuais de 2015 ficaram-se pelos 4.587 milhões de dólares (4.238 milhões de euros). No ano anterior a empresa tinha registado 19.241 milhões de dólares (17.778 milhões de euros) de resultado líquido.

 

Mesmo com estas perdas, a Bloomberg escreve que a Chevron pretende pagar 2 mil milhões de dólares em dividendos aos accionistas dentro de seis semanas, cumprindo a promessa de que iria proteger os pagamentos independentemente da queda do preço do petróleo.

 

"Estamos a tomar medidas significativas para melhorar os lucros e o fluxo de caixa neste ambiente de preços baixos" disse o presidente executivo da Chevron, John Watson, no comunicado.

Em Outubro, a petrolífera tinha anunciado o corte de entre 6 e 7 mil postos de trabalho, cerca de 10% do total dos funcionários.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI