Energia Chineses da CTG vendem 1,8% da EDP por 293 milhões

Chineses da CTG vendem 1,8% da EDP por 293 milhões

A China Three Gorges informou ter vendido 1,8% do capital da elétrica liderada por António Mexia, através de uma colocação acelerada, por 292,89 milhões de euros.
Chineses da CTG vendem 1,8% da EDP por 293 milhões
Bloomberg
Negócios 26 de fevereiro de 2020 às 22:55

Os chineses da China Three Gorges anunciaram esta tarde a colocação de uma percentagem de 1,8% do capital da EDP à venda, que já foi concluída com sucesso.

 

A venda foi feita através de uma colocação acelerada dessa percentagem de capital e em comunicado à CMVM a elétrica nacional afirma ter recebido informação da CTG sobre a conclusão, com sucesso, desta alienação.

 

Segundo a China Three Gorges, as 65.820.000 ações vendidas, representativas de aproximadamente 1,8000635% do capital da EDP, geraram uma receita de 292,89 milhões de euros para a estatal chinesa, correspondente a um preço de 4,45 euros por ação.

 

A liquidação da colocação ocorrerá a 2 de março, segundo o mesmo documento.

 

Após essa liquidação, "a CTG passará a deter 784.957.024 ações da EDP, sujeitas a um ‘lock-up’ de 120 dias, sujeito a certas exceções".

 

O BNP Paribas e a Merrill Lynch Internacional atuaram como ‘bookrunners’ (colocadores) da operação.


A China Three Gorges é a principal acionista da EDP. Atualmente, sem a liquidação da colocação, detém 23,27% do capital da elétrica nacional. Depois desta venda ficará então com 21,47% (continuando a ser a maior acionista), praticamente o mesmo que tinha comprado no âmbito da privatização. Entretanto, no decurso da OPA que lançou sobre a elétrica, a CTG tinha reforçado em quase 2% - que foi praticamente o montante que agora vendeu.

Esta redução na participação do capital da EDP acontece quase um ano depois de a OPA (oferta pública de aquisição) da CTG sobre a EDP ter terminado, caindo pela não desblindagem dos estatutos em assembleia-geral, o que constitua uma condição para a oferta prosseguir.

Também acontece depois de outra empresa chinesa, de capitais públicos, ter reduzido no capital da EDP: em outubro, a CNIC comunicou ter deixado de ser acionista com participação qualificada.

Ainda recentemente, o secretário de Estado da Energia norte-americano afirmou que a participação da China Three Gorges na empresa liderada por António Mexia é um desafio para os Estados Unidos. Numa conferência em Lisboa, o Danny Brouillette adiantou que "a preocupação que há é que à medida que a EDP continua a crescer nos Estados Unidos, que nós esperamos que continue, a presença do investimento chinês na EDP possa apresentar problemas (...) e isso é o que estamos a avaliar". 

Ao fecho da sessão desta quarta-feira, 26 de fevereiro, a participação que a CTG colocou à venda valia 300,5 milhões de euros, pelo que o encaixe ficou ligeiramente abaixo.

 

A EDP fechou hoje em alta de 0,75% para 4,5660 euros.


(notícia atualizada às 23:12)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI