Energia Combustíveis vão registar aumentos acentuados na próxima semana

Combustíveis vão registar aumentos acentuados na próxima semana

Os preços dos combustíveis vão aumentar na próxima semana. E a subida não será ligeira, depois das matérias-primas terem registado valorizações acentuadas, ao mesmo tempo que a variação do euro não foi suficiente para anular este desempenho.
Sara Antunes 11 de janeiro de 2019 às 10:34

Abastecer o depósito de um veículo vai ficar mais caro a partir de segunda-feira. Os combustíveis vão aumentar cerca de três cêntimos por litro, de acordo com os cálculos do Negócios, a refletir o comportamento das matérias-primas durante esta semana. Fonte do setor confirma a dimensão da subida no caso do gasóleo, mas na gasolina admite que o aumento seja de apenas 1,5 cêntimos.

 

O preço do gasóleo simples deverá aumentar cerca de três cêntimos por litro, de acordo com os cálculos do Negócios. Esta subida elevará o preço médio deste combustível para 1,331 euros, segundo os valores médios praticados esta semana em Portugal, de acordo com os dados da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

 

No caso da gasolina simples de 95 octanas as contas do Negócios apontam para um aumento semelhante, de três cêntimos, o que se se confirmar elevará o preço deste combustível para 1,435 euros. Fonte do setor diz que a subida será de 1,5 cêntimos. 

 

Este será o segundo aumento semanal dos combustíveis, depois de mais de dois meses de descidas nos preços.

 

As últimas semanas de 2018 foram de alívio para as carteiras dos consumidores, com descidas significativas de preços, num período marcado por quedas acentuadas das matérias-primas. No acumulado de 2018 o preço da gasolina registou uma descida de cerca de 5%.

 

A evolução dos preços dos combustíveis é calculada pelo Negócios, tendo por base a evolução dos derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro. Ainda assim, a evolução dos custos dependerá de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.


Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).

(Notícia atualizada às 11:43 com a informação dada por fonte do setor)




Marketing Automation certified by E-GOI