Energia Crescimento económico do Reino Unido em mínimos de seis meses

Crescimento económico do Reino Unido em mínimos de seis meses

Há mais uma economia europeia a ressentir-se das quebras na indústria: depois de Alemanha e França, é o Reino Unido a ser afetado.
Crescimento económico do Reino Unido em mínimos de seis meses
Reuters
Negócios 11 de janeiro de 2019 às 10:43

A economia do Reino Unido já não via um crescimento tão baixo há seis meses. O trimestre que termina em novembro foi penalizado pela acumulação de quebras de produção que os fabricantes têm vindo a acumular.

Os três meses até novembro registaram um salto de 0,3% no PIB comparativamente aos três meses anteriores, número que compara com os 0,4% registados no período equivalente até outubro.

O desacelerar da economia acontece numa altura em que os fabricantes registam o período mais longo de quedas mensais consecutivas desde a crise financeira, na sequência de uma diminuição da procura externa. O crescimento foi antes sustentado pelo setor dos serviços e da construção.

A economia britânica sofre ainda com o aproximar da data do Brexit, com o dia 29 de março – a data do adeus à União Europeia – a aproximar-se, sem um acordo que defina o rumo das relações comerciais entre o Reino Unido e o bloco à vista.

Antes do Reino Unido, já a Alemanha e a França tinham revelado dados semelhantes, de quebras na produção industrial. As economias mundiais têm sofrido com a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, que está ainda em fase de resolução mas que já teve impacto negativo no comércio internacional.




pub