Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP Renováveis participa em consórcio na Coreia do Sul para desenvolver parque eólico

A EDP Renováveis, a WindPower Korea e a Aker Solutions formaram uma parceria para desenvolver um parque eólico flutuante de 500 MW na costa de Ulsan, na Coreia do Sul.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 18 de Outubro de 2019 às 09:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A EDP Renováveis anunciou uma parceria na Coreia do Sul com a Aker Solutions para adquirir uma parte significativa no parque eólico KFWind, da WindPower Korea, que ficou com uma participação minoritária, de acordo com uma notícia avançada pela Bloomberg e que agora a EDP confirma, em comunicado. 

"O novo consórcio está empenhado em apoiar os ambiciosos planos de energia renovável do governo sul-coreano, que quer instalar 13 GW de energia eólica em alto mar até 2030 e ter pelo menos 30% de produção renovável até 2040", disse a empresa liderada por António Mexia, em comunicado.

O valor da transação não foi divulgado por nenhuma das empresas envolvidas. 

A Principle Power, um fornecedor de tecnologia e serviços para a indústria eólica e que tem a EDP como um dos acionistas, detinha parte do mesmo parque eólico, mas decidiu abandoná-lo para se focar no seu negócio "core" de serviços tecnológicos no mercado coreano.

O parque eólico situado em Ulsan, no sudeste do país, nasceu através de um memorando de entendimento com a autarquia local em janeiro deste ano, com o objetivo de colocar Ulsan como principal produtor no mercado eólico "offshore" da Coreia do Sul e dos países na periferia. 

Na passada terça-feira, dia 15 de outubro, a EDP Renováveis divulgou um aumento homólogo de 6% da produção para os 21,9 TWh, nos primeiros nove meses deste ano, com forte apoio do segmento eólico". 

(Notícia atualizada às 10:38)
Ver comentários
Saber mais EDP Renováveis Coreia do Sul
Outras Notícias