Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP adia em quatro anos barragem de 300 milhões no rio Tâmega

Derrapagem nos prazos de várias barragens é revelada em parecer da ERSE, que desaconselha parte dos investimentos na rede eléctrica da REN.

Miguel Baltazar/Negócios
Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 08 de Abril de 2014 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

A EDP adiou em quatro anos a entrada em operação da futura barragem de Fridão, no rio Tâmega. Com um investimento estimado em mais de 300 milhões de euros, este aproveitamento hidroeléctrico deveria ficar operacional em 2018, mas a EDP prevê agora que isso só aconteça em Dezembro de 2022. A derrapagem de Fridão foi assumida pela EDP no processo de consulta pública ao plano de investimento da REN - Redes Energéticas

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais EDP Fridão ERSE REN barragens Tâmega
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias