A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP perde liderança nos clientes industriais

A EDP perdeu em Novembro a liderança no abastecimento de electricidade a consumidores industriais. Segundo os últimos dados da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) sobre o mercado liberalizado de electricidade, a EDP Comercial fechou o mês de Novembro com uma quota de 28,8%, abaixo dos 30,2% da Endesa e dos 31% da Iberdrola.

Bruno Simão/Negócios
Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 10 de Janeiro de 2014 às 06:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

Em apenas um mês a eléctrica presidida por António Mexia caiu directamente do primeiro para o terceiro lugar no segmento de consumos industriais do mercado livre, perdendo a posição de domínio que já tinha há mais de um ano. Com a Endesa a ter a sua quota estável face a Outubro, o maior ganho foi da Iberdrola, que de um mês para o outro reforçou a sua quota nos clientes industriais em 3,5 pontos percentuais.

 

Esta descida da EDP teve reflexos na posição da eléctrica portuguesa no mercado liberalizado como um todo. No final de Novembro a EDP estava a fornecer 43,6% de todos os abastecimentos no mercado livre, abaixo dos 45% que havia atingido em Outubro. O segundo "player" do mercado liberalizado continuou a ser a Endesa, com 21,3% dos fornecimentos, que passou a ser seguida de perto pela Iberdrola, cuja quota subiu de 19,5% para 21%. 

 

Quanto ao número de consumidores, o mercado liberalizado de electricidade passou a ter em Novembro cerca de 2,15 milhões de clientes, mais 82 mil do que em Outubro. Em número de clientes a quota da EDP manteve-se em Novembro em 83,7% (espelhando o domínio do grupo português no segmento doméstico), tendo a Endesa sofrido um recuo de 8% para 7,7%. A Galp consolidou o terceiro lugar, com a sua quota de clientes liberalizados a passar de 5% para 5,1%, segundo a ERSE. A Iberdrola surge em quarto lugar, com 2,8%, seguida da Gas Natural Fenosa, com 0,7%.

 

De acordo com o regulador da energia, outro destaque do mês de Novembro foi a entrada de dois novos comercializadores no mercado liberalizado de electricidade, nomeadamente a Enat e a Audax (ainda com quotas residuais).

 

No penúltimo mês de 2013, o mercado livre representava 71,5% de todos os consumos de electricidade em Portugal, face a 70,7% em Outubro e comparando com 58,7% em Novembro de 2012.

Ver comentários
Saber mais EDP ERSE electricidade Endesa Iberdrola
Outras Notícias