Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP Renováveis e GDF concorrem a 1.000 megawatts de eólicas “offshore” em França

Proposta do consórcio que integra a empresa portuguesa foi entregue ao Estado francês esta sexta-feira e contempla dois projectos de 500 MW cada, nos quais serão utilizadas turbinas de 8 MW a fabricar em França pela Areva.

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 29 de Novembro de 2013 às 15:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A EDP Renováveis e a GDF Suez, integradas num consórcio que inclui também as empresas Neoen Marine e Areva, entregaram esta sexta-feira ao Estado francês a sua proposta para as licenças de exploração de energia eólica “offshore”, concorrendo a um total de 1.000 megawatts (MW), segundo um comunicado da GDF Suez.

 

A proposta do consórcio visa conquistar licenças de 500 MW na zona de Tréport e outros 500 MW na região de Pays-de-la-Loire. “A produção estimada destes dois parques permitirá abastecer electricidade a 1,6 milhões de pessoas no horizonte de 2021”, refere o comunicado.

 

O consórcio que integra a EDP Renováveis promete desenvolver os seus projectos “a partir de uma fileira industrial local”, com o apoio dos conhecimentos das empresas do agrupamento, que já têm experiência em 25 projectos eólicos “offshore”.

 

A EDP Renováveis, recorde-se, já ganhou licenças para explorar eólicas no mar no Reino Unido, embora ainda não tenha construído qualquer parque. Em Portugal a EDP Renováveis explora uma torre “offshore” com 2 MW de potência, no âmbito de um projecto experimental que será ampliado nos próximos anos.

 

Em França, a proposta do consórcio da EDP Renováveis, GDF Suez, Neoen e Areva promete criar 6 mil empregos directos e indirectos, podendo vir a contratar serviços e produtos de empresas locais, tendo já identificado 450 empresas que poderão participar nos projectos.

 

No que respeita à tecnologia dos parques, se o consórcio tiver “luz verde” do Estado francês, serão utilizadas turbinas eólicas de 8 MW da Areva, produzidas em França.

 

Ver comentários
Saber mais EDP Renováveis GDF Suez eólicas offshore França
Mais lidas
Outras Notícias