Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP vende mais uma tranche de 299 milhões de euros do défice tarifário

A eléctrica concluiu a venda do défice tarifário referente a 2012, depois de ter acordado a venda de uma nova tranche.

Negócios 19 de Dezembro de 2013 às 18:29
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

A EDP Serviço Universal e a EDP Distribuição “acordaram hoje a venda de um total de 299,4 milhões de euros do défice tarifário em Portugal”, revelou a EDP em comunicado emitido esta quinta-feira, 19 de Dezembro, para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

Deste total, 149,6 milhões de euros correspondem ao défice tarifário de 2012, enquanto os restantes 149,8 milhões de euros fazem parte do acordo de “venda do direito a recuperar o valor do ajustamento anual, referente a 2011, da compensação devida pela cessação antecipada dos contratos de aquisição de energia, que foi objecto de diferimento em 2013 para 2014” mais juros, explica a mesma fonte.

 

Em relação ao valor relativo ao défice tarifário de 2012, a EDP adianta que este “resultou do diferimento por 5 anos da recuperação do sobrecusto de 2012 com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (incluindo os ajustamentos de 2010 e 2011), e do qual se encontravam por recuperar, no final de 2012, um montante de €973 milhões. Esta transacção é adicional às vendas por parte da EDP SU de um total de €714 milhões do défice tarifário de 2012, realizadas nos meses de Abril e Maio, e concluí a venda do montante de défice tarifário de 2012 que resultou do mencionado diferimento.”

 

O comunicado diz ainda que “com estas operações, durante o ano 2013 a EDP vendeu um total de aproximadamente mil milhões de euros de défice tarifário em Portugal.”

 

Recorde-se que o défice tarifário de 2012 que foi titularizado resultou do diferimento por cinco anos da recuperação do sobrecusto de 2012 relacionando com a aquisição de energia aos produtores em regime especial (sobretudo renováveis e cogeração), dando direito a uma remuneração de 6,32% ao ano enquanto a dívida não for recuperada (via tarifas de electricidade) e paga aos credores. 

 

Ver comentários
Saber mais EDP défice tarifário energia
Outras Notícias