Energia Estas 20 empresas são responsáveis por mais de um terço das emissões globais de carbono

Estas 20 empresas são responsáveis por mais de um terço das emissões globais de carbono

A Saudi Aramco encabeça a lista das principais empresas do setor petrolífero que mais dióxido de carbono e metano libertam para a atmosfera. Desde 1965, todas juntas já emitiram 480 mil milhões de toneladas.
Estas 20 empresas são responsáveis por mais de um terço das emissões globais de carbono
Negócios 09 de outubro de 2019 às 14:05

A petrolífera saudita Saudi Aramco é responsável pela emissão de mais de 59 mil milhões de toneladas, ou 4,38% do total, de equivalente de dióxido de carbono para a atmosfera desde 1965. No pódio das mais poluentes segue-se a norte-americana Chevron e a russa Gazprom (que existe só há 30 anos), segundo um estudo divulgado hoje pelo The Guardian.

O estudo avaliou o que as empresas globais extraíram do solo e as emissões subsequentes pelas quais esses combustíveis fósseis são responsáveis, desde 1965, ano em que os especialistas dizem que o impacto ambiental dos combustíveis fósseis começou a ser conhecido pelos líderes da indústria e pelos políticos.

A análise feita por Richard Heede, do Climate Accountability Institute, nos EUA, concluiu que das 20 empresas que surgem no topo das mais poluentes, 12 são estatais, como é o caso da Saudi Aramco, da Gazprom ou da National Iranian Oil Co, e foram responsáveis pela libertação de 20% da emissão total durante o período em análise.


"A grande tragédia da crise climática é que sete mil milhões e meio de pessoas devem pagar um preço - na forma de um planeta degradado - para que algumas dúzias de interesses poluidores possam continuar a ter lucros recorde. É uma grande falha moral do nosso sistema político que permite que isto aconteça", segundo o estudo.

As 20 principais empresas da lista contribuíram com 35% de todo o dióxido de carbono e metano em todo o mundo, totalizando 480 mil milhões de toneladas do equivalente a dióxido de carbono (GtCO2e) desde 1965.

A lista das 20 empresas que mais equivalente de dióxido de carbono emitiram desde 1965: 

Saudi Aramco (estatal) - 59,26 mil milhões de toneladas
Chevron (privada) - 43,35 mil milhões de toneladas
Gazprom (estatal) - 43,23 mil milhões de toneladas
ExxonMobil (privada) - 41,90 mil milhões de toneladas
National Iranian Oil Co (estatal) - 35,66 mil milhões de toneladas
BP (privada) - 34,02 mil milhões de toneladas
Royal Dutch Shell (privada) - 31,95 mil milhões de toneladas
Coal India (estatal) - 23,12 mil milhões de toneladas
Pemex (estatal) - 22,65 mil milhões de toneladas
Petróleos da Venezuela (estatal) - 15,75 mil milhões de toneladas
PetroChina (estatal) - 15,63 mil milhões de toneladas
Peabody Energy (privada) - 15,39 mil milhões de toneladas
Conoco Phillips (privada) - 15,23 mil milhões de toneladas
Abu Dhabi National Oil Co (estatal) - 13,84 mil milhões de toneladas
Kuwait Petroleum Corp (estatal) - 13,48 mil milhões de toneladas
Iraq National Oil Co (estatal) - 12,60 mil milhões de toneladas
Total SA (privada) - 12,35 mil milhões de toneladas
Sonatrach (estatal) - 12,30 mil milhões de toneladas
BHP Billiton (privada) - 9,80 mil milhões de toneladas
Petrobras (estatal) - 8,68 mil milhões de toneladas
 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI