Energia Fundo soberano de Abu Dhabi vai investir nas renováveis em Portugal

Fundo soberano de Abu Dhabi vai investir nas renováveis em Portugal

A Masdar, detida pelo fundo soberano de Abu Dhabi, vai criar uma parceria com a Cepsa que tem como objetivo desenvolver projetos de energia solar e eólica em Portugal e Espanha.
Fundo soberano de Abu Dhabi vai investir nas renováveis em Portugal
Negócios 15 de janeiro de 2020 às 10:51

A Cepsa e a Masdar - Companhia Energética de Futuro de Abu Dhabi - chegaram a acordo para criar uma joint-venture para investir em projetos de produção de energia solar e eólica em Portugal e Espanha.

A nova empresa que nasceu desta parceira vai chamar-se Cepsa Masdar Renovables e tem como objetivo desenvolver, numa fase inicial, projetos com capacidade de produção entre 500 a 600 megawatta. Esta joint-venture, participada em 50% por cada uma das empresas, foi anunciada na Abu Dhabi Sustainability Week 2020.

Em comunciado conjunto, as empresas justificam esta parceria com o facto de no ano passado 55% do total de eletricidade em Portugal ter sido gerado através de fontes limpas, sendo que o objetivo do Governo passa por aumentar este valor para 80% até 2030. Já o interesse do reforço da aposta em Espanha, onde já está presente desde 2008 através da Torresol Energy, deve-se ao objetivo de, até ao final da década, 74% da eletricidade produzida ser através de renováveis, acrescentou a empresa.

Em Portugal está ainda previsto o lançamento de dois novos leilões de energia solar, com o primeiro a arrancar já em março, confirmou o ministro do Ambiente, Matos Fernandes, esta semana no Parlamento.

"Na Masdar, temos orgulho de contar com nossa sólida experiência em energias renováveis para ajudar Espanha e Portugal a aumentar a percentagem de energia limpa em seu mix de energia. A Península Ibérica é uma zona atrativa para os investidores em energias renováveis e esperamos expandir, ainda mais, o nosso portfólio em energias renováveis na Península Ibérica, uma vez que fortalecemos a nossa aliança com a Cepsa", disse Al Ramahi, administrador delegado da Masdar citado no mesmo comunicado.

Já Philippe Boisseau, CEO da Cepsa, acrescentou: "Como companhia energética global, estamos a construir um portfólio diversificado de negócios. As energias renováveis são um dos pilares fundamentais da transição energética e é um dos campos em que queremos expandir a nossa presença. O acordo com a Masdar representa uma importante alavanca para o nosso crescimento neste setor, focado em Espanha e Portugal".

A Masdar é detida pelo fundo soberano de Abu Dabi - Mubadala Investment - e que detém 63% da Cepsa. A empresa saudita está presente em mais de 25 países, tendo em funcionamento e desenvolvimento projetos de geração de energia renovável de cerca de 4 gigawatts.

(Notícia atualizada às 12h08 com mais informação)




Marketing Automation certified by E-GOI